Tudoem Bertioga
Tudoem Bertioga Tudoem Bertioga Tudoem Bertioga Tudoem Bertioga Tudoem Bertioga Tudoem Bertioga Tudoem Bertioga Tudoem Bertioga Tudoem Bertioga Tudoem Bertioga

Close
Fechar
Conheça as outras cidades onde o Tudoem esta presente
Tudoem Bertioga

Riviera de São Lourenço

Fonte:www.rivieradesaolourenco.com
Tudoem Bertioga
Tudoem Bertioga

A Riviera de São Lourenço é um bairro aberto e 100% planejado, integrado á malha viária do Município de Bertioga, a apenas 120 km da Capital do Estado de São Paulo.Trata-se de um projeto de loteamento  aprovado em 1979 e em execução há 33 anos.  Situada no Km 212 da Rodovia Rio-Santos, o projeto  compreende uma área total de 8.849.164,64m². Hoje, a Riviera conta com cerca de 60% de seu projeto implantado, com11 mil unidades habitacionais, shopping Center, centro comercial e de serviços, hipermercado, restaurantes, escolas, atendimento médico e odontológico, flats e hotéis, postos de abastecimento e serviços, clube hípico, complexo tenístico, clube de golfe, além de toda a infra estrutura de saneamento básico, como sistemas de captação, tratamento e distribuição de água e coleta e tratamento de esgotos.

 


O projeto

 

A Riviera de São Lourenço é um loteamento aprovado,  registrado no RI e em implantação há 36 anos sob a responsabilidade de uma única empresa, a Sobloco Construtora S.A. O planejamento deste bairro iniciou-se no final da década de 70 e suas normas de uso e ocupação do solo, vem sendo observadas até os dias de hoje. Seu projeto urbanístico, em área privada, é espelhado em maquete que se encontra há mais de 25 anos no SIV – Sistema Integrado de Vendas, e possui 33 módulos, distribuídos numa área de 9 milhões de metros quadrados, cercada pela praia, a rodovia Rio-Santos, o Jardim São Lourenço e  bairro do Indaiá.

 

 

A Riviera de São Lourenço é um loteamento aprovado, registrado no RI e em implantação há 36 anos sob a responsabilidade de uma única empresa, a Sobloco Construtora S.A. O planejamento deste bairro iniciou-se no final da década de 70 e suas normas de uso e ocupação do solo, vem sendo observadas até os dias de hoje. Seu projeto urbanístico, em área privada, é espelhado em maquete que se encontra há mais de 25 anos no SIV – Sistema Integrado de Vendas, e possui 33 módulos, distribuídos numa área de 9 milhões de metros quadrados, cercada pela praia, a rodovia Rio-Santos, o Jardim São Lourenço e bairro do Indaiá.

 

O adensamento deste bairro seguiu critérios de zoneamento próprio, identificado pelas zonas residenciais, comerciais e de serviços e de suas respectivas taxas de ocupação e coeficientes de aproveitamento. Assim, os eixos de crescimento comercial foram definidos em seu projeto, bem como os residenciais verticais e horizontais. Com isto, já sabe-se de antemão, como se dará o futuro avanço do empreendimento, tanto na questão de espalhamento como de adensamento. Toda a população do empreendimento, quando de sua total implantação, é conhecida desde o início, o que possibilitou planejar com antecedência, os investimentos correspondentes na infra-estrutura necessária para suportar esta densidade demográfica.

 

Em sua realização, a Riviera de São Lourenço, sempre mediante prévia licença e autorização ambiental, buscou mitigar os impactos gerados em sua implantação, por meio de inúmeras inciativas de proteção ambiental. Seu Sistema de Gestão Ambiental, certificado e auditado pela norma ISO 14001, abrange estruturas próprias de captação, tratamento e distribuição de água, coleta e tratamento de esgotos, gerenciamento de resíduos, manutenção de altos índices de áreas verdes, limpeza de praia, dentre outros procedimentos ambientalmente corretos.

 

Com este padrão de planejamento urbano a Riviera em seus 30 anos de existência, nunca foi atingida por falta de abastecimento de água, poluição da praia por efluentes de esgoto, enchentes, poluição sonora, do ar ou mesmo visual.

 

Mobilidade Urbana

O traçado viário do projeto e o planejamento da Riviera possibilitaram uma sistema eficiente de deslocamentos e fluidez no trânsito. Nas temporadas de verão, com picos de 60 mil habitantes, não são registrados quaisquer congestionamentos.

 

É senso comum que, a qualidade de vida dos cidadãos numa cidade, exprime-se sobretudo através do grau de acessabilidade que têm a tudo que precisam. O fato dos equipamentos urbanos de comércio e serviços serem localizados num raio de 1 km de mais da metade dos imóveis da Riviera, traz uma diminuição do uso do automóvel por parte dos usuários do empreendimento. Acresça-se a isto o incentivo à bicicleta, com 4,3 kms de ciclovias implantadas. 36 km de calçadas com mais de 2 metros de largura, ao longo das avenidas, também incentivam passeios à pé. Ou seja, há um desencorajamento ao uso de veículo motorizado.

  

 

  

 

Texto e fotos do www.rivieradesaolourenco.com

 

 

Comentários

Voltar ao Topo